sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Espanha: caminhando sobre as muralhas da medieval Ávila (Tramo del Alcázar)


A cidade medieval de Ávila possui uma das muralhas mais bem preservadas da Europa, e do mundo. E, não a toa, a caminhada sobre seus trechos é o ponto alto do dia na cidade. É sobre isso que falaremos hoje.




A muralha românica de Ávila, que no passado tinha fins defensivos, data do final do século XI. Hoje, possui cerca de 2,5 Km de perímetro, 2.500 ameias, 87 torreões e 9 portas (ou arcos).


Tramo VII e VI = Sul; Tramo I a IV = Norte
Pode-se dizer que a parte passível de se percorrer (por cima da mesma) se divide em dois trechos. O Tramo Norte, ou Tramo de las Carnicerías, e o Tramo Sul, ou Tramo del Alcázar. O primeiro é o mais longo (1,4 Km), portanto espere levar cerca de uma hora para percorre-lo. É também o que propicia as melhores vistas das paisagens extramuros. Já, o Tramo del Alcázar é mais curto (260 metros), mais bem preservado e infinitamente mais bonito. Gasta-se cerca de 40 minutos para percorre-lo com calma e muitas fotografias.




Eu considero que percorrer ambos os trechos (cerca de 2 horas) são indispensáveis na visita à Ávila, mas... Se o seu tempo estiver muito curto, sugiro que faça o trecho sul. Então, é ele que veremos neste post.

A subida se dá na Plaza Adolfo Suàrez, próxima a Puerta del Alcázar, onde você pode adquirir a sua entrada. No Torreón del Alcázar se pode ver 3 audiovisuais com diferentes histórias de Ávila. O ingresso custa 5 euros (com audioguia; que confesso não recebi e não vi ninguém usando). Há visitas guiadas neste trecho às: 12:15,13:15, 16:15, 17:15, 18:15 e 19:15 horas (na alta temporada). 




As muralhas podem ser percorridas de terça a domingo das 10-18 horas; no Verão (Julho e Agosto) também as segundas. 

Na figura acima sobre o Tramo del Alcázar, observamos tudo que pode ser avistado lá de cima. Assim que se acaba a sofrida subida das escadarias, logo se observa a própria praça abaixo e a Catedral de Ávila.



a mais antiga catedral gótica da Espanha

A Catedral de Ávila começou a ser construída em 1091 em estilo romanesco, mas só foi concluída no século XIV, já com predomínio do gótico. E, que gótico... Sua maior peculiaridade é que as suas paredes estão intrinsecamente ligadas as muralhas da cidade. É o que se costuma chamar de El Cimorro. O melhor lugar para fotografa-lo é de cima do Torréon del Alcázar (que é o que restou do antigo castelo da cidade).







Outras lindas fotos que essa caminhada renderá são as da Plaza de Santa Teresa com a imponente Iglesia de San Pedro.






E, ainda, do super agradável Paseo del Rastro e seu jardim com o Valle de Amblés ao fundo.





Convento de Nossa Senhora de Gracia
Paseo del Rastro


Convento de la Magdalena


não deixem de subir também na Torre de la Esquina com vistas de todo o vale
 

Calle de San Segundo



caminhando até o cimorro

paredes da catedral



não recordo de nenhum outro local no mundo onde se pode chegar tão perto das
paredes de uma catedral (lá no alto)



Para se tirar as melhores fotos (contra a luz), esse passeio deve ser feito na parte da tarde.

Continuo no próximo post com o Tramo de las Carnicería, cujo acesso é separado. Ou seja, no trecho desse post, se sobe e desce pela escadaria da praça.

PS: levem uma garrafa de água no passeio, pois ele é bem cansativo (muitas escadas).

Nenhum comentário:

Postar um comentário